Tem uma Kalanchoe e não sabe quando se rega? Desconhece como se aduba? Ou a luz de que necessita? Se é assim, este artigo interessa-lhe.

Voltamos com um post de jardinagem pensado para as pessoas que têm em sua propriedade uma Kalanchoe. Hoje, vamos mostrar os cuidados básicos de que necessita esta planta suculenta tão decorativa para sobreviver e crescer adequadamente. Além disso, detalharemos quais são as pragas que pode ter que enfrentar.

Que é uma kalanchoe e quais são as suas características principais?

Ainda que neste artigo do blogue “Dicas de Jardinagem” nos vamos analisar os cuidados de que necessita uma Kalanchoe, não é de demais detalhar que planta é esta e quais são as suas características mais importantes, pois, como diz o ditado, “não se começa uma casa pelo telhado”.

Nome comum Planta da fortuna, Kalanchoe,
Divisão Magnoliophyta
Classe Magnoliopsida
Família Crassulaceae
Género Kalanchoe
Origem A Kalanchoe é um género de plantas suculentas originárias da China, África meridional, China e sudeste asiático.

A Kalanchoe é uma planta suculenta que se caracteriza por apresentar folhas carnosas cuja função principal é a de armazenar água e nutrientes. Quando nos encontramos na temporada de seca e quando faz muito calor, estas folhas reservam a água de que a kalanchoe necessita para sobreviver a altas temperaturas.

As suas folhas, geralmente, são de cor verde-escuro brilhante e, dependendo da espécie que seja da kalanchoe, podem ter não ter margens de outras tonalidades. Por exemplo, a Kalanchoe blossfeldiana tem folhas com bordos avermelhados.

A flor desenvolve-se em inflorescências que nascem em corimbos no final dos caules ou nas axilas florais. E como no caso das folhas, as flores podem ter cores diferentes dependendo da variedade de Kalanchoe. De brancas a amareladas ou alaranjadas.

As kalanchoes costumam florescer no final do inverno / começos da primavera. Dizemos “costumam” porque se se alteram as horas de luz do seu cultivo, pode-se conseguir a floração durante todo o ano (que é o que fazem os centros de jardinagem e os hortos).

Como pode supor, esta planta usa-se principalmente para a decoração de divisões interiores de casas, sendo também possível uma ornamentação exterior desde que se proteja de geadas e outra climatologia adversa.

flores de kalanchoe cor-de-laranja
flores de kalanchoe cor-de-laranja

Quais são os cuidados de que a kalanchoe necessita?

Após termos descrito as particularidades e características principais da kalanchoe, é a altura de entrarmos no verdadeiramente importante neste post: as necessidades de cultivo desta planta suculenta.

Antes de começar, deve saber que esta planta suculenta é rústica e resistente. No entanto, como todas as espécies que temos estado a analisar no blogue, requer certos cuidados.

A manutenção determina o seu desenvolvimento.

Se pretende ter uma “flor da fortuna” sã, brilhante e resistente, convém ler minuciosamente os cuidados que detalhamos de seguida.

flores de kalanchoe cor-de-rosa
flores de kalanchoe cor-de-rosa

As condições de cultivo mais adequadas

Como mencionado, a kalanchoe é uma planta rústica e resistente capaz de sobreviver muitos anos. Isto consegue-se com um cultivo adequado e uma manutenção correta.

Quando à sua plantação, deve ter em conta o seguinte:

  • Luz: o kalanchoe requer luz solar para crescer adequadamente. 3 ou 4 horas diárias é mais do que suficiente. Assegure-se de que não recebe luz solar direta, pois um excesso de raios do sol pode ter consequências negativas (queimaduras nas folhas). Se colocar a kalanchoe no interior de casa, tente pô-lo numa janela luminosa.
  • Substrato: o terreno é melhor que seja solto. Se não o é, deve arar a terra e adubá-la para que as vitaminas cheguem à planta. Além disso, seja qual for o substrato em que a plante, deve ter uma boa drenagem.
  • Localização: a kalanchoe deve crescer com total liberdade, pelo que o espaço tem que ser amplo. Há variedades que crescem só uns poucos centímetros, no entanto, há outras espécies que podem chegar a medir mais de 1 metro.
flores de kalanchoe amarela
flores de kalanchoe amarela

A manutenção da kalanchoe

Ainda que a flor-da-fortuna é um género de planta muito resistente e de baixa manutenção, isto não significa que não requeira certos cuidados. Regar, adubar ou podar são ações que necessitará a sua planta para se desenvolver da melhor maneira possível.

Quanto à sua manutenção, deverá saber:

  • Rega: não há uma norma geral pela qual devamos reger-nos ao regar uma kalanchoe. O fornecimento de água dependerá da variedade da Kalanchoe e das condições em que se encontre (climatéricas e de plantação). A rega, neste caso, é um processo de tentativa e erro. Se observar que o substrato está seco, regue-o com moderação (não tolera os encharcamentos), com maior regularidade no verão e menos frequentemente no inverno. Não molhe as flores.
  • Adubo: recomenda-se adubar a kalanchoe pelo menos um par de vezes ao ano. Use um adubo que estimule a floração e o crescimento da planta. Se não sabe ou tem dúvidas, desloque-se a um centro especializado de jardinagem.
  • Poda: a poda é outro processo que serve para estimular o desenvolvimento destas espécies. Não se deve fazer com demasiada regularidade. Podar um par de vezes ao ano deve bastar.
  • Reprodução: multiplica-se por estacas durante os meses mais quentes.

Como vê, a manutenção desta planta é muito simples. Basta que preste atenção ao mencionado anteriormente e conseguirá uma planta saudável e perfeita para decorar a sua casa.

kalanchoe blossfeldiana
folha da kalanchoe blossfeldiana

As pragas que podem atacar a sua kalanchoe

Faça o que fizer, por vezes é inevitável que qualquer das suas plantas se veja atacada por certas pragas ou doenças. Isto pode ocorrer com a kalanchoe, concretamente, com as suas flores.

As lagartas são capazes de devorar as flores da kalanchoe em poucas horas, pelo que deve prestar atenção ao aparecimento destes insetos. As aranhas vermelhas provocam o murchamento prematuro das inflorescências . Neste caso deve usar um inseticida ou fertilizante específico.

Outra das pragas mais habituais é a da cochonilha.

¡Partilhe este artigo!