Se nos tem estado a seguir, já reparou que falamos muitas vezes desta praga, a cochonilha. Neste novo artigo com dicas de jardinagem voltamos a afastar-nos um pouco do habitual para nos centrar-nos em explicar-lhe que é a cochonilha e como se luta contra ela.

As pragas que assolam as plantações não são só um contratempo desagradável, também podem levar a perdas económicas importantes.

A cochonilha é uma das mais habituais.

Por isso, convém que saiba o que pode chegar a defrontar em algum momento, pois, nenhum jardim está a salvo.

Dito isto, comecemos!

planta com cochonilha
planta com cochonilha

Que é a cochonilha?

O inseto de que vamos falar já é um velho conhecido deste blogue, dado que quase em cada ficha de plantas que temos publicado, aparece como praga habitual.

Então, como é que se deteta?

A cochonilha é, junto com os pulgões, uma das pestes mais comuns em qualquer jardim. Além disso, é uma das mais daninhas que existem. Trata-se de um pequeno hemíptero (mede cerca de 4 milímetros de comprimento) que deposita as suas larvas nas plantas de interior, de exterior, de estufa e em árvores de fruta.

Como tal, nenhuma vegetação está a salvo.

As larvas são de cor cinzenta ou dourada e têm uma consistência macia. Cada um destes insetos possui um bico chupador que crava nas folhas, nos caules e nos frutos das plantas para se alimentar da seiva destas áreas da planta.

Enquanto se alimentam, segregam um melaço que favorece a formação do denominado fungo ferrujão. Este fungo, como se depreende do seu nome, provoca o enegrecimento (tipo fuligem) das partes atacadas.

As consequências?
Impede a fotossíntese e a floração, aparecem malformações, apodrecimento e manchas foliares. A planta começa a ficar debilitada e caso a praga persistir, morre.

Como se deteta esta praga?

A cochonilha aparece quando a planta está doente, débil ou quando sofre algum esforço (normalmente causado por transplantes mal efetuados ou por podas feitas de forma incorreta). Estes organismos podem ser vistos a olho nu, tal como os seus efeitos.

Como mencionado anteriormente, saberá que a sua vegetação está a ser atacada quando vir não apenas o inseto, mas também quando observar manchas negras (causadas pelo fungo ferrujão), malformações e o melaço (líquido açucarado) de cor esbranquiçado e aspeto similar ao algodão (daí o seu curioso nome).

folha com cochonilha
folha com cochonilha

A luta contra a cochonilha: que fazer

A luta contra a cochonilha não começa com o ataque a esta praga. Começa muito antes, com a prevenção. As ações de prevenção não vão ser sempre efetivas e nem sempre terão êxito, mas são uma boa forma de evitar o aparecimento desta praga.

Caso isto falhe, ainda tem os métodos de erradicação: os inseticidas químicos e os remédios naturais.

Tudo começa com a prevenção

Quando falamos de prevenção, estamo-nos a referir a tarefas de jardinagem que em muitos casos são eficientes para evitar o aparecimento deste tipo de organismos. Talvez a sua planta acabe por ficar doente, ainda que faça todo o possível para o evitar, mas se realizar alguma das ações que vamos mencionar, pode conseguir uma planta saudável.

Vejamos portanto as ações de prevenção da cochonilha:

  • No caso de que as suas plantas sejam de interior, ou seja, que se encontrem cultivadas numa divisão da casa, deve evitar o excesso de secura ambiental. Para tal, mude a localização da(s) planta(s) para uma zona mais fresca e iluminada. Também pode optar por instalar um humidificador.
  • Aplique periodicamente adubos orgânicos (um exemplo habitual é a compostagem) e acolchoados específicos (sobretudo quando a sua planta estiver cultivada numa zona exterior).
  • Também deve adequar a rega às necessidades da espécie. Uma má rega pode provocar o aparecimento da cochonilha.
joaninha
joaninha um dos predadores da cochonilha

Quando a prevenção falhar, é necessário erradicar

Mas, como referido anteriormente, a prevenção não tem que ser sinónimo de êxito. Vão existir muitas vezes que faça o que fizer para o evitar, esta praga pode afetar as suas plantas.

Assim que observar que a cochonilha aparece, começam as tarefas de erradicação. Algumas das mais frequentes são:

  • Pode-se usar um inseticida específico para este grupo de insetos. Trata-se da solução mais eficiente, mas também é a mais agressiva. Em caso de dúvida, recomendamos que se dirija a um centro de jardinagem para que um profissional lhe possa aconselhar. Caso use uma substância química, deve afastar as restantes plantas da afetada – assim evita uma possível propagação.
  • Também pode usar os denominados “remédios caseiros”. Nem sempre são suficientemente potentes para acabar com esta praga. Alguns dos mais habituais são: humedecer uma haste com água e álcool isopropílico e limpar a parte afetada da planta, colocar no vaso um dente de alho, usar folhas verdes de urtigas fermentadas e pulverizar a solução na planta, tratar com um óleo de parafina.

Assim termina o nosso artigo. Esperamos que lhe sirva de ajuda e conselho para identificar e erradicar a cochonilha.

¡Partilhe este artigo!